Jump to content

Uma nova Web Cheats está a caminho!

A WebCheats é a maior e melhor comunidade de cheats do Brasil. Temos mais de 14 anos de existência, isso graças aos membros que nos apoiaram e ajudaram ao longo da nossa história!
Veja mais...
Notícia
  • News ticker sample
  • News ticker sample
$upreme

Religião e afins

Recommended Posts

A ARCA DE NOÉ FOI ENCONTRADA?

Eu acho q essa pergunta responde algumas perguntas.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem, venho de uma família católica. Mas de uns tempos pra cá, religião se tornou um assunto meio batido pra mim. Não procuro saber muito ou rotular uma crença. Eu acho que posso ainda ser uma boa pessoa sem me envolver demais nisso. :v

Porém sou do tipo que se quisesse aprender, procuraria entender todas as religiões e crenças possíveis. Tentaria encaixar, ligar pontos... Só que como sei que nunca farei isso, eu tento não ligar.

Na ciência me interesso, mas não confio. Eu não confio em ambas as partes, na verdade. heauheauheu Não importa o quanto eu leia, nada vai se encaixar direito.

 

Enfim, não tenho muito o que comentar sobre o assunto. Tem alguma religião chamada Indiferentismo? Eu tô nela, talvez. ;-;


Fg5uofw.pngx8iyddZ.png

© 2011 - 2018

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bem, venho de uma família católica. Mas de uns tempos pra cá, religião se tornou um assunto meio batido pra mim. Não procuro saber muito ou rotular uma crença. Eu acho que posso ainda ser uma boa pessoa sem me envolver demais nisso. :v

Porém sou do tipo que se quisesse aprender, procuraria entender todas as religiões e crenças possíveis. Tentaria encaixar, ligar pontos... Só que como sei que nunca farei isso, eu tento não ligar.

Na ciência me interesso, mas não confio. Eu não confio em ambas as partes, na verdade. heauheauheu Não importa o quanto eu leia, nada vai se encaixar direito.

 

Enfim, não tenho muito o que comentar sobre o assunto. Tem alguma religião chamada Indiferentismo? Eu tô nela, talvez. ;-;

Agnosticismo: doutrina que reputa inacessível ou incognoscível ao entendimento humano a compreensão dos problemas propostos pela metafísica ou religião (a existência de Deus, o sentido da vida e do universo etc.), na medida em que ultrapassam o método empírico de comprovação científica.

 

Não é uma religião, é mais uma forma de pensar mesmo :)


Último acesso: 12/04/2014 - 14:32

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agnosticismo: doutrina que reputa inacessível ou incognoscível ao entendimento humano a compreensão dos problemas propostos pela metafísica ou religião (a existência de Deus, o sentido da vida e do universo etc.), na medida em que ultrapassam o método empírico de comprovação científica.

 

Não é uma religião, é mais uma forma de pensar mesmo :)

 

Sob este ponto de vista, você concorda que dependendo do contexto, o ônus da prova acaba recaindo para quem afirma que não há deus?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sob este ponto de vista, você concorda que dependendo do contexto, o ônus da prova acaba recaindo para quem afirma que não há deus?

 

No agnoticismo não funciona assim, wtf? Pergunta não foi á mim, mas respondendo; Nesse caso, o ônus da prova é a falta de provas.

 

É só pegar um outro exemplo. Se alguém diz que existe um cavalo de 40 metros, e uma outra pessoa chega e diz: Não existe nenhum cavalo de 40 metros, não se tem provas disso. O ônus da prova nesse caso, é a falta de provas.

 

Considera-se que, quando não se há provas da existência de algo que se afirma, não se descarta a existência. Porém, até que se prove que existe, é considerado inexistente.

 

Resumi bem para você entender.


''A medida de um homem é o que ele faz com o poder''

Platão

Share this post


Link to post
Share on other sites
No agnoticismo não funciona assim, wtf? Pergunta não foi á mim, mas respondendo; Nesse caso, o ônus da prova é a falta de provas.

 

É só pegar um outro exemplo. Se alguém diz que existe um cavalo de 40 metros, e uma outra pessoa chega e diz: Não existe nenhum cavalo de 40 metros, não se tem provas disso. O ônus da prova nesse caso, é a falta de provas.

 

Considera-se que, quando não se há provas da existência de algo que se afirma, não se descarta a existência. Porém, até que se prove que existe, é considerado inexistente.

 

Resumi bem para você entender.

 

Não entendi sua primeira frase sobre o agnosticismo.

 

É como Carl Sagan já disse: "ausência de evidência não é evidência da ausência". Ou seja, a falta de provas da existência de deus, não implica que seja uma prova da sua inexistência. Não existem cavalos de 40 metros, assim como não existem humanos com 40 metros de altura. Esse tipo de exemplo, como aquele do "bule voador" soa ridículo, pois estamos tratando da ideia de deus, ou de divindade (aquilo anterior ao universo, ou transcendente a ele) e isso vai muito além do debate técnico/científico. Cavalos são seres materiais do nosso planeta, deus não. É por isso que o ônus da prova recai também para quem afirma que não há deus. Qualquer um dos lados que faz a afirmação e deve prová-la. O que vai determinar o ônus é o contexto e ele pode alternar durante o debate.

 

"Porém, até que se prove que existe, é considerado inexistente."

 

Aquele átomo que os cientistas medem só vem a existência após a medição ou ele existe independente dela?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não entendi sua primeira frase sobre o agnosticismo.

 

É como Carl Sagan já disse: "ausência de evidência não é evidência da ausência". Ou seja, a falta de provas da existência de deus, não implica que seja uma prova da sua inexistência. Não existem cavalos de 40 metros, assim como não existem humanos com 40 metros de altura. Esse tipo de exemplo, como aquele do "bule voador" soa ridículo, pois estamos tratando da ideia de deus, ou de divindade (aquilo anterior ao universo, ou transcendente a ele) e isso vai muito além do debate técnico/científico. Cavalos são seres materiais do nosso planeta, deus não. É por isso que o ônus da prova recai também para quem afirma que não há deus. Qualquer um dos lados que faz a afirmação e deve prová-la. O que vai determinar o ônus é o contexto e ele pode alternar durante o debate.

 

"Porém, até que se prove que existe, é considerado inexistente."

 

Aquele átomo que os cientistas medem só vem a existência após a medição ou ele existe independente dela?

 

Eu disse que pode ser usado, cara.. Eu não disse que é a prova da inexistência, tem diferença ai.

 

E você está totalmente errado, shi. Se alguém afirma algo, e outra pessoa vem e afirma que não existe, usar a falta de provas serve como o ônus da prova.

 

O que um atomo tem a ver com divindades? Eu já disse uma vez; A ideia de um deus é interessante, de um amigo imaginário de religiões, não. E quando eu digo; Até que se prove algo, é considerado inexistente, eu estou falando que: Ao se afirmar algo extraordinário, só se tornará verdade quando se provar. Esse é o conceito de divindades.


''A medida de um homem é o que ele faz com o poder''

Platão

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sob este ponto de vista, você concorda que dependendo do contexto, o ônus da prova acaba recaindo para quem afirma que não há deus?

A questão, acredito eu, é que a existência ou não de deus não é assunto da ciência partindo do pressuposto de que não se pode chegar à formulação de modelos/teorias sobre sua existência.

Até porque, o "belo" da religião (cristã, pelo menos) é a fé.

 

Ao longo do tempo, as descobertas científicas vem fazendo com que os fenômenos naturais, antes creditados a uma divindade, tivessem sua explicação puramente de nosso mundo material, sem qualquer influência mística.

 

Portanto, não há porque explicar fenômenos a partir de Deus, nem julgar ou não sua existência, se no que é observado, em nada ele influencia.

 

 

"Porém, até que se prove que existe, é considerado inexistente."

É claro que uma coisa não deixa de existir apenas porque não conhecemos. O DNA era passado de geração em geração bilhões de anos antes de sua descoberta. Mas não considera-se nada, se não há evidências de suas existência e se outros modelos explicam melhor os fatos observados na natureza.


Último acesso: 12/04/2014 - 14:32

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deus seria muito egoísta em criar apenas uma religião, na verdade ele não criou nenhuma, religiões não foram criadas por Deus ou Jesus, a única coisa pedida é que espalhássemos amor e a história do mesmo, cada um tem sua forma de entendimento então levo ideologia, porem prefiro estudar todas possíveis, cada uma tem seus costumes e até mesmo rituais, são muito interessantes. Cada um tem uma maneira de procurar e propagar o amor.


nbKHMoB.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deus não criou a religião porque ele não existe,simples.

 

4VhlSpH.jpg


''Lembre-se dessa regra

Guarde-a em seu coração:

Talento tem um limite

Trabalho duro, não."

Share this post


Link to post
Share on other sites
ionísio' date=' post: 9484360, member: 4648551"']Deus não criou a religião porque ele não existe,simples.

 

4VhlSpH.jpg

 

Bom, pra você ele pode não existir, mas para alguns sim, isso se chama fé, crer em algo ter a crença, porem existe muita coisa por trás das religiões, questões politicas, financeiras e mundiais. É mais uma ordem do que uma "ideologia" ou "religião"


nbKHMoB.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
@BrunoSica² Por trás de todas as religiões tem uma história de criação delas. O budismo, por exemplo, foi no séc VI A.C, na Índia. A questão de deus, é muito relativo. É mais ou menos igual você afirmar que em plutão tem humanos com 90m de altura. Porém, cade as provas? Exatamente ai que entra a fé da religião, porém, a fé nada mais é que nada. Não prova, e simplesmente ignora a lógica. Religião nos dias de hoje, não só hoje, mas a muito tempo é mais um conforto do que solução. Na verdade, acreditar em algo sem provas nunca foi solução, e sim apenas uma explicação sem provas.

''A medida de um homem é o que ele faz com o poder''

Platão

Share this post


Link to post
Share on other sites

[quote name='Volcon']@BrunoSica² Por trás de todas as religiões tem uma história de criação delas. O budismo, por exemplo, foi no séc VI A.C, na Índia. A questão de deus, é muito relativo. É mais ou menos igual você afirmar que em plutão tem humanos com 90m de altura. Porém, cade as provas? Exatamente ai que entra a fé da religião, porém, a fé nada mais é que nada. Não prova, e simplesmente ignora a lógica. Religião nos dias de hoje, não só hoje, mas a muito tempo é mais um conforto do que solução. Na verdade, acreditar em algo sem provas nunca foi solução, e sim apenas uma explicação sem provas.[/QUOTE] Obviamente, religião é mais uma zona de conforto do que qualquer outra coisa, porem já vi casos reais de que exista um "dom" maior, seja espirita ou ocultista, ou até mesmo a magia. E sobre "Deus" realmente não há provas e como você já disse nada passa de uma crença sem provas de existência !


nbKHMoB.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Casos reais?

Quais casos reais de uma força maior?


''Lembre-se dessa regra

Guarde-a em seu coração:

Talento tem um limite

Trabalho duro, não."

Share this post


Link to post
Share on other sites

[quote name='Volcon']@BrunoSica² Por trás de todas as religiões tem uma história de criação delas. O budismo, por exemplo, foi no séc VI A.C, na Índia. A questão de deus, é muito relativo. É mais ou menos igual você afirmar que em plutão tem humanos com 90m de altura. Porém, cade as provas? Exatamente ai que entra a fé da religião, porém, a fé nada mais é que nada. Não prova, e simplesmente ignora a lógica. Religião nos dias de hoje, não só hoje, mas a muito tempo é mais um conforto do que solução. Na verdade, acreditar em algo sem provas nunca foi solução, e sim apenas uma explicação sem provas.[/QUOTE] Você confunde o ser necessário e o ser contingente. Não é necessário que exista humanos com 90 metros de altura em plutão para que a sua existência venha a realidade. Consegue compreender isso ou a linha de raciocínio é muito complexa para o seu crânio microcéfalo?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Você confunde o ser necessário e o ser contingente. Não é necessário que exista humanos com 90 metros de altura em plutão para que a sua existência venha a realidade. Consegue compreender isso ou a linha de raciocínio é muito complexa para o seu crânio microcéfalo?

 

Então você está dizendo que não é necessário haver provas de algo para existir? Não tem lógica alguma isso. Tudo em nosso universo que é real, há provas que de fato é real.

 

Lamento, mas você está completamente errado. Até que não se encontre provas de algo, não é considerado real, de fato. Podendo ser apenas invenção, imaginação, mentira ou teoria.

  • Like 1

''A medida de um homem é o que ele faz com o poder''

Platão

Share this post


Link to post
Share on other sites
Então você está dizendo que não é necessário haver provas de algo para existir? Não tem lógica alguma isso. Tudo em nosso universo que é real, há provas que de fato é real.

 

Lamento, mas você está completamente errado. Até que não se encontre provas de algo, não é considerado real, de fato. Podendo ser apenas invenção, imaginação, mentira ou teoria.

Abra uma cabeça humana. Se ver algum pensamento por lá, avise-nos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Abra uma cabeça humana. Se ver algum pensamento por lá, avise-nos.

 

Todo ser humano tem a capacidade de pensar e sonhar. Sonhos não são demonstrados fisicamente pelo cérebro, assim como o osso da sua perna não é demonstrado fisicamente. A diferença é que, no caso do sonho, basta dar um estímulo, nesse caso o sono ou apenas imaginar. A perna, é só abrir ela, mesmo.

 

Em ambos os casos se há provas de que são de fato reais. Já deuses, até agora, nada.

 

E caso não saiba, provas não são apenas físicas, tem vários tipos e formas de provar coisas.


''A medida de um homem é o que ele faz com o poder''

Platão

Share this post


Link to post
Share on other sites

O seu argumento é apenas uma especulação, você não provou e a ciência não pode provar verdades metafísicas. A sua única certeza é a sua existência, mas não pode provar que eu não sou um subproduto do resultado de reações químicas do seu cérebro. No entanto, todos nós somos racionais o suficientes para aceitar que pensamentos e sonhos existam.

 

"Até que não se encontre provas de algo, não é considerado real, de fato. Podendo ser apenas invenção, imaginação, mentira ou teoria."

"E caso não saiba, provas não são apenas físicas, tem vários tipos e formas de provar coisas."

 

Já que a sua ideologia baseia-se também em acreditar em provas além da sua existência física, por que desacredita na possibilidade de Deus, já que foram expostos neste debate provas não-físicas da existência Dele? Hahahaha, Meu nome é Volcon, não acredito em Deus e não quero acreditar na ideia de um, logo Deus não existe.

 

Tenho fé na sua evolução. Sei que pode fazer melhor do que isso, malvadão das galáxias.

 

Att,

Ryokusei N.

Share this post


Link to post
Share on other sites
O seu argumento é apenas uma especulação, você não provou e a ciência não pode provar verdades metafísicas. A sua única certeza é a sua existência, mas não pode provar que eu não sou um subproduto do resultado de reações químicas do seu cérebro. No entanto, todos nós somos racionais o suficientes para aceitar que pensamentos e sonhos existam.

 

Já que a sua ideologia baseia-se também em acreditar em provas além da sua existência física, por que desacredita na possibilidade de Deus, já que foram expostos neste debate provas não-físicas da existência Dele? Hahahaha, Meu nome é Volcon, não acredito em Deus e não quero acreditar na ideia de um, logo Deus não existe.

 

Tenho fé na sua evolução. Sei que pode fazer melhor do que isso, malvadão das galáxias.

 

Att,

Ryokusei N.

 

 

Não sou filósofo, muito menos a ciência se baseia em apenas filosofia para provar algo, não faz sentido o que você disse. Aceitamos que pensamentos e sonhos existem por que todos os humanos tem. As ondas cerebrais durante os sonhos podem provar, etc. Tem várias provas, relatos e tudo mais para provar isso. Não faz sentido nenhum o que você fala.

 

Nesse debate não foram expostos nenhuma prova da existência de deus, até por que não se pode provar algo que não existe. E não fale por mim, por favor. Não acredito em deuses pois não existem prova da existência deles, fim.

 

Não adianta querer debater comigo sem usar a racionalidade e lógica, vai passar vergonha. Se quer argumentar comigo sobre religião e deuses, use fatos e provas.


''A medida de um homem é o que ele faz com o poder''

Platão

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu disse que pode ser usado, cara.. Eu não disse que é a prova da inexistência, tem diferença ai.

 

E você está totalmente errado, shi. Se alguém afirma algo, e outra pessoa vem e afirma que não existe, usar a falta de provas serve como o ônus da prova.

 

O que um atomo tem a ver com divindades? Eu já disse uma vez; A ideia de um deus é interessante, de um amigo imaginário de religiões, não. E quando eu digo; Até que se prove algo, é considerado inexistente, eu estou falando que: Ao se afirmar algo extraordinário, só se tornará verdade quando se provar. Esse é o conceito de divindades.

 

Releia o meu post, eu disse que o ônus da prova depende do contexto. Por exemplo, em uma sociedade isolada que acredita em deuses, aí surge um sujeito lá e diz que não existe deuses. Nesse caso cabe a ele provar pq os outros estão errados. Em um debate, o ônus alterna entre as duas preposições. Você tem que entender que "deus não existe" também é uma afirmação. E é aí que o agnóstico se difere, pois não afirma nem uma coisa, nem outra.

 

Sobre ser extraordinário, isso é relativo, pois a ideia de deus dos deístas ou dos panteístas não é "extraordinária". Algo extraordinário pode ser "o universo surgiu do nada" e por aí vai.

 

A questão, acredito eu, é que a existência ou não de deus não é assunto da ciência partindo do pressuposto de que não se pode chegar à formulação de modelos/teorias sobre sua existência.

Até porque, o "belo" da religião (cristã, pelo menos) é a fé.

 

Ao longo do tempo, as descobertas científicas vem fazendo com que os fenômenos naturais, antes creditados a uma divindade, tivessem sua explicação puramente de nosso mundo material, sem qualquer influência mística.

 

Portanto, não há porque explicar fenômenos a partir de Deus, nem julgar ou não sua existência, se no que é observado, em nada ele influencia.

 

 

"Porém, até que se prove que existe, é considerado inexistente."

É claro que uma coisa não deixa de existir apenas porque não conhecemos. O DNA era passado de geração em geração bilhões de anos antes de sua descoberta. Mas não considera-se nada, se não há evidências de suas existência e se outros modelos explicam melhor os fatos observados na natureza.

 

Então estamos de acordo que em última instância a ciência não pode, ou não se presta a dizer se existe ou não deus?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Então estamos de acordo que em última instância a ciência não pode, ou não se presta a dizer se existe ou não deus?

Acho que estamos.

A ciência simplesmente tem refutado qualquer afirmação sobre um fenômeno que seja explicado a partir de uma intervenção divina. Logo, não há motivos para considerar essa opção.


Último acesso: 12/04/2014 - 14:32

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esta discussão é uma perda de tempo. E os esforços que os debatedores dispõem para provar o improvável e refutar o irrefutável é um indicador das engrenagens que os motiva: a arrogância.

 

A ciência, ao contrario do cientificismo, não é uma ideologia, mas um método, cujo conjunto de regras estabelecem um parametro para se fundamentar uma teoria. Tanto a religião, quanto sua negação; o ateísmo, tambem são ideologias: conjunto de dogmas estabelecidos por um grupo, não necessariamente comprováveis. Provar a existência de Deus é senso comum, tanto quanto provar sua inexistência. Se partirmos da perspectiva geral da existência, chegaremos não com muita dificuldade a conclusão de que tudo que há possuí um princípio, quer seja traçado por meio da teologia, quer seja pela metafísica. Ateus cientificistas defendem que duas esferas de matéria e antimatéria que simplesmente surgiram e se chocaram sem a interferência de um Ser que as manipulasse é o principio, enquanto religiosos defendem que este princípio possuiu um Ser supremo que o arquitetou.

Partindo da premissa de que o método científico exige um fundamento observável, ambas teorias são incapazes de se provar cientificamente, logo é uma discussão onde se vence pela insistência e não pela verdade, como se pode observar pelo nível dos comentários deste tópico.


PsgGg.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...