Jump to content

O Retorno dos Membros VIP Junte-se ao Clube

Obtenha destaque e desfrute os benefícios exclusivos para VIP.
Clique Aqui

Reporte bugs e nos ajude a melhorar!

Nos ajude a descobrir bugs! Além de melhorar a comunidade.
Reporte aqui!

Conheça a Lotérica e arrisque sua sorte!

Descubra o quão sortudo você pode ser.
Saiba mais
Notícia
  • Junte-se ao Clube de membros VIP!
  • Teste sua sorte em nossa loteria e concorra a uma fortuna de webcoins!

Search the Community

Showing results for tags 'programação'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Anunciantes
    • Advertise here
    • silvaBR Cheats
    • WoXArea
    • SecureCheats
    • Cheat Gamers Club
  • ################## WEB CHEATS ##################
  • Anúncios/Eventos
    • Regras
    • Anúncios
    • Eventos do fórum
  • Feedback & Suporte
    • Tutoriais WC
    • Suporte
    • Sugestões
    • Denúncias e Reclamações
    • Depósito
  • WebCheats Premium
    • Trackers & Warez
    • Download
    • Cracking
    • Serviços Pagos - Pedidos
    • MarketPlace
    • Conteúdo Adulto
    • Taverna WebCheats Premium
    • WebCheats Premium - Lixeira
  • Shooter Zone
  • RPG/MOBA Zone
  • Outros Games Zone
  • Design Zone
  • Info Zone
  • Video Games Zone
  • ################## WEB CHEATS ##################
  • Entretenimento & Diversão
  • 【FREE FIRE】▄︻┻┳═一's Fórum do Clube

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


About Me


Discord

Found 178 results

  1. Galera, sou novato no forúm ficaria muito grato se algum de vocês arranjasse algum curso detalhado ou livro sobre arquitetura de computadores
  2. Olá, gostaria de desenvolver meu próprio launcher, alguém pode me indicar por onde começo? Agradeço desde já =)
  3. Sinopse: Claro, simples e objetivo, este livro introduz o leitor no universo da lógica aplicada à programação de computadores. Ao final do estudo, o aluno estará capacitado a construir algoritmos, assim como a assimilar mais facilmente qualquer linguagem de programação existente ou futura. O texto não requer nenhum conhecimento prévio de informática e é independente de características de máquina. Didático, utiliza com freqüência exemplos e analogias provenientes do dia-a-dia para facilitar a compreensãodos assuntos abordados. Cada capítulo conta com exercícios de fixação, que visam sedimentar os assuntos de cada subitem, e com exercícios propostos, que cobrem todo o conteúdo do capítulo. No anexo encontram-se resoluções dos exercícios de fixação. Este livro foi pedagogicamente concebido para estudantes que estão iniciando seus estudos na área de construção de algoritmos e programação de computadores, servindo de base para disciplinas específica ou como fonte de estudo independente. Nome do Autor: André Luiz Villar Forbellone, Henri F. Eberspacher Editora: Pearson Brasil Ano de Lançamento: 2005 Qtd. de Páginas: 232 Formato do Arquivo: PDF Gênero: Informática Idioma: Português Link para compra: Clique Aqui!!! Tamanho: 34,6 MB [Hidden Content] 
  4. ste é um curso sobre os princípios básicos do protocolo TCP/IP. Os conhecimentos abordados nele são úteis para profissionais que estão iniciando seus estudos em redes de computadores e TCP/IP e também para candidatos que estão se preparando para prestar Concurso Público ou Exames de Certificação na Área de Informática. Principais tópicos que você irá aprender neste curso: Revisão dos Fundamentos de Rede. O Modelo em Camadas OSI e Camadas do TCP/IP. Fundamentos do TCP/IP e Endereçamento IP. Cálculos Binários e Cálculos e Divisão de Sub-redes. Como funciona o Roteamento e os Protocolos de Roteamento Dinâmico. Detalhes e Diferenças entre os Protocolos TCP e UDP. O Conceito de Porta de Comunicação com Exemplos Práticos. Configurações do TCP/IP em Diferentes Versões do Windows. DNS – Teoria Detalhada. DNS – Como Implementar um Servidor DNS no Windows Server 2008. DNS – Como Implementar um Servidor DNS no Windows Server 2012 R2. DHCP – Teoria Detalhada. DHCP – Como Implementar um Servidor DNS no Windows Server 2008. DHCP – Como Implementar um Servidor DNS no Windows Server 2012 R2. WINS – Teoria Detalhada. WINS – Como Implementar um Servidor DNS no Windows Server 2008. WINS – Como Implementar um Servidor DNS no Windows Server 2012 R2. Dicas para os Exames De Certificação do Windows Server. Autor: Julio Battist Formato Do Arquivo: MP4 Áudio: Português Resolução: 1280x720 Codec de Vídeo: x264 Codec de Áudio: AAC [Hidden Content]
  5. Aew galera alguém por acaso tem para download os cursos da área de programação do site alura?
  6. HackerRank 1. O que é isso? O HackerRank é uma ferramenta de desafios de programação que explora as competências não só de um programador, como também a de um analista de sistemas, porém de forma competitiva. Traz desafios não só de correções de código, como também de elaboração de algoritmos para solucionar determinados problemas. 2. Ok, mas quais competências posso exercitar? Algoritmos. Inteligência Artificial. Banco de Dados. Matemática. Criptografia e Segurança. Linguagens de Programação. 3. Parece tudo muito bom, mas quanto pago por isso? Absolutamente nada, o HackerRank é totalmente gratuito. E digo mais, você pode ainda ganhar dinheiro de 3 maneiras: Competindo: Você pode ser tornar tão bom que pode começar a participar de grandes hackathons (maratonas de programação) com competidores do mundo inteiro e de quebra ainda receber prêmios dos patrocinadores, que são nada mais nada menos que grandes indústrias de software. Emprego: Você pode conseguir um emprego apresentando às empresas suas soluções dadas nos algoritmos. Afinal, programador bom é o que faz mais com menos código. Grandes empresas buscam seus talentos nesse site por ser integrado ao GitHub. Contribuidor Pago: Você pode criar desafios para os demais participantes e se tornar um contribuidor pago pelo site. Isso mesmo, você cria "exercícios" para as pessoas solucionarem e ainda recebe por isso. 4. Tudo bem, estou convencido, mas só programo em PHP, não manjo nada de C#, por exemplo, como faço? Sem problema, você pode escolher entre diferentes linguagens de desafio, tais como: PHP, C#, C++, Java, Python, VB, Ruby, Linux Shell Script, SQL, etc. 5. E tecnicamente, como funciona a avaliação das soluções? Afinal isso deve passar por um analista e deve demorar. Não. Os códigos que são submetidos são analisados quase que instantaneamente. Basicamente, é realizado o upload do seu código, ele é compilado ou interpretado de acordo com a linguagem e passado por testes preparados com diferentes entradas para diferentes saídas. Isso também nos mostra que de quebra você treina a competência implicitamente de elaborar ferramentas de automação de testes de software. 6. Maravilha, e como eu acesso? Basta acessar o site, cadastrar-se ou acessar com sua conta de outra plataforma (como a do GitHub por exemplo) e sair utilizando! Abraços!
  7. Speed Programming - Biohazard 3 PC [Hidden Content] Credits: 'Poring
  8. Aqui está 142 cursos de TI aproveitem, está com o encurtador de link pra não ter risco de ficar off. :cool: segue o link:link retirado
  9. As 5 melhores linguagens de programação para desenvolvimento de IA Qual linguagem de programação você deve escolher para o seu aprendizado de máquina ou projeto de aprendizado profundo? Estas são suas melhores opções AI (inteligência artificial) abre um mundo de possibilidades para desenvolvedores de aplicativos. Aproveitando o aprendizado de máquina ou o aprendizado profundo, você pode produzir perfis de usuário, personalização e recomendações muito melhores, ou incorporar uma pesquisa mais inteligente, uma interface de voz ou assistência inteligente, ou melhorar seu aplicativo de várias outras maneiras. Você pode até criar aplicativos que ver, ouvir e reagir. Qual linguagem de programação você deve aprender a mergulhar nas profundezas da IA? Você desejará um idioma com muitas boas bibliotecas de aprendizado de máquina e aprendizagem profunda, é claro. Ele também deve apresentar bom desempenho em tempo de execução, bom suporte a ferramentas, uma grande comunidade de programadores e um ecossistema saudável de pacotes de suporte. Isso ainda deixa muitas boas opções. Aqui estão minhas escolhas para as cinco melhores linguagens de programação para desenvolvimento de IA, junto com três menções honrosas. Algumas dessas línguas estão em ascensão, enquanto outras parecem estar escorregando. Volte em alguns meses, e você pode achar que esses rankings mudaram. 1. Python No número um, é o Python. Como poderia ser qualquer outra coisa, realmente? Embora existam coisas enlouquecedoras sobre o Python - o espaço em branco, a divisão massiva entre o Python 2.xe o Python 3.x, os cinco sistemas de empacotamento diferentes que são todos quebrados de maneiras diferentes - se você está fazendo um trabalho de IA, quase certamente estar usando o Python em algum momento. As bibliotecas disponíveis no Python são praticamente inigualáveis em outros idiomas. O NumPy se tornou tão onipresente que é quase uma API padrão para operações de tensor, e o Pandas traz os poderosos e flexíveis quadros de dados do R para o Python. Para o processamento de linguagem natural (PNL), você tem o venerável NLTK e o incrivelmente rápido SpaCy. Para aprendizado de máquina, existe o Scikit-learn testado em batalha. E quando se trata de aprendizagem profunda, todas as bibliotecas atuais (TensorFlow, PyTorch, Chainer, Apache MXNet, Theano, etc.) são efetivamente projetos em Python. Se você está lendo uma pesquisa de aprendizado profundo de ponta sobre o arXiv, então certamente encontrará o código-fonte em Python. Depois, há as outras partes do ecossistema do Python. Embora o IPython tenha se tornado o Jupyter Notebook e menos centrado no Python, você ainda descobrirá que a maioria dos usuários do Jupyter Notebook e a maioria dos notebooks compartilhados on-line usam o Python. Não há como fugir disso. O Python é a linguagem na vanguarda da pesquisa de IA, aquela em que você encontrará a maioria das estruturas de aprendizado de máquina e aprendizagem profunda, e a que quase todo mundo no mundo da IA fala. Por esses motivos, o Python é o primeiro entre as linguagens de programação de IA, apesar do fato de que seu autor amaldiçoa os problemas de espaço em branco pelo menos uma vez por dia. 2. Java e amigos A família de linguagens JVM (Java, Scala, Kotlin, Clojure, etc.) também é uma ótima opção para o desenvolvimento de aplicativos de IA. Você tem diversas bibliotecas disponíveis para todas as partes do pipeline, seja o processamento de linguagem natural (CoreNLP), operações de tensor (ND4J) ou uma pilha de aprendizado profundo acelerada por GPU (DL4J). Além disso, você obtém acesso fácil a plataformas de Big Data, como o Apache Spark e o Apache Hadoop. Java é a língua franca da maioria das empresas e, com as novas construções de linguagem disponíveis no Java 8 e no Java 9, escrever código Java não é a experiência odiosa que muitos de nós lembramos. Escrever um aplicativo de AI em Java pode parecer um pouco chato, mas ele pode fazer o trabalho - e você pode usar toda a sua infraestrutura Java existente para desenvolvimento, implantação e monitoramento. 3. C / C ++ É improvável que C / C ++ seja sua primeira escolha ao desenvolver um aplicativo de AI, mas se você estiver trabalhando em um ambiente integrado e não puder arcar com a sobrecarga de um Java Virtual Machine ou um interpretador Python, C / C ++ é o responda. Quando você precisa torcer todo o desempenho do sistema, então você precisa voltar para o aterrorizante mundo dos ponteiros. Felizmente, o C / C ++ moderno pode ser agradável de escrever (honesto!). Você tem uma escolha de abordagens. Você pode mergulhar na parte inferior da pilha, usando bibliotecas como CUDA para escrever seu próprio código que roda diretamente em sua GPU, ou você pode usar o TensorFlow ou o Caffe para obter acesso a APIs flexíveis de alto nível. O último também permite que você importe modelos que seus cientistas de dados possam ter construído com o Python e, em seguida, os execute na produção com toda a velocidade que o C / C ++ oferece. Fique atento ao que Rust faz neste espaço no ano que está por vir. Combinando a velocidade do C / C ++ com o tipo e segurança de dados, o Rust é uma ótima opção para alcançar o desempenho de produção sem criar dores de cabeça de segurança. E uma ligação TensorFlow já está disponível para ela. 4. JavaScript JavaScript? O que diabos está acontecendo? Bem, o Google lançou recentemente o TensorFlow.js, uma biblioteca acelerada por WebGL que permite treinar e executar modelos de aprendizado de máquina em seu navegador da web. Também inclui a API Keras e a capacidade de carregar e usar modelos que foram treinados em TensorFlow regular. É provável que isso atraia um influxo massivo de desenvolvedores para o espaço da IA. Embora o JavaScript não tenha atualmente o mesmo acesso a bibliotecas de aprendizado de máquina das outras linguagens listadas aqui, os desenvolvedores logo adicionarão redes neurais a suas páginas da Web com a mesma indiferença que adicionam um componente React ou uma propriedade CSS. Simultaneamente fortalecedor e aterrorizante. TensorFlow.js ainda está em seus primeiros dias. No momento, ele funciona no navegador, mas não no Node.js. Ele ainda não implementa a API completa do TensorFlow. No entanto, espero que ambos os problemas sejam resolvidos em grande parte até o final de 2018 e a invasão de AI do JavaScript ocorrerá logo em seguida. 5. R O R aparece no fundo dos nossos cinco primeiros e está tendendo para baixo. R é a linguagem que os cientistas de dados adoram. No entanto, outros programadores acham R um pouco confuso quando o encontram pela primeira vez, devido à sua abordagem centrada no dataframe. Se você tem um grupo dedicado de desenvolvedores de R, então pode fazer sentido usar as integrações com TensorFlow, Keras ou H2O para pesquisa, prototipagem e experimentação, mas hesito em recomendar R para uso em produção. Outras opções de programação de AI É claro que Python, Java, C / C ++, JavaScript e R não são os únicos idiomas disponíveis para programação de IA. Vejamos três linguagens de programação que não chegaram ao nosso top cinco - duas em ascensão e uma em queda. Fonte: http://clusterdata.nl/bericht/news-item/the-5-best-programming-languages-for-ai-development/
  10. Sou novo no fórum, e técnico em informática, meu hobby é programar em C# com sql... vim Participar do fórum em busca de uma files de priston tale , pois , desejo criar um servidor de priston. conto com a ajuda de vocês , se puderem me indicar uma files para download, fico muito agradecido, e também, em poder ajuda los, se necessário. att, SH1N1G4M3 ou satanheart
  11. Qualquer programador que esteja interessado ou que conheça alguém querendo ganhar um dinheiro, estou querendo comprar um hack para o game Skyforge
  12. MVC é um padrão de arquitetura de software que separa a informação (e as suas regras de negócio) da interface com a qual o usuário interage. É uma forma de estruturar seu projeto/aplicação de forma que a interface de interação (view) esteja separada do controle da informação em si (models), separação essa que é intermediada por uma outra camada controladora (controllers). Não vou entrar em detalhes profundos sobre a arquitetura de um sistema baseado no MVC nem vou - por enquanto! - mostrar como criar um MVC do zero, mas vou tentar explicar cada uma das três camadas e dar exemplos de código do framework de PHP que - ao meu ver - faz um bom uso do MVC. Model (ou modelo) O model é a camada que representa os seus dados, provendo meios de acesso (leitura e escrita) à esses dados. A regra é simples: tudo que diz respeito à escrita, validação e leitura dos dados está dentro da camada model, não necessariamente dentro do model em si, mas dentro da camada model. Vemos aqui um exemplo de model de produtos (que vai prover o acesso à tabela products, no banco de dados) no arquivo Product.php: <?php /** * Model de produtos */ class Product extends AppModel { /** * Regras de validação * * @var array */ public $validate = array( 'name' => array( 'notEmpty' => array('rule' => 'notEmpty') ), 'description' => array( 'notEmpty' => array('rule' => 'notEmpty'), 'minLength' => array('rule' => array('minLength', 100)) ), 'price' => array( 'decimal' => array('rule' => array('decimal', 2)) ) ); /** * Lista dos produtos mais recentes * * @param int $limit Quantidade de produtos * @param array $params Parâmetros extras de busca * * @return array */ public function recent($limit = 5, $params = array()) { $params = Hash::merge(array( 'conditions' => array('Product.published' => true), 'order' => array('Product.created' => 'DESC'), 'limit' => $limit ), $params); return $this->find('all', $params); } } Aqui temos um model bem simples, onde definimos as regras de validação e um método que vai auxiliar a encontrar os produtos mais recentes. Não vou entrar nos detalhes do CakePHP, além do mais acho que o código é bem auto-explicativo. Somente através desse model será possível cadastrar e buscar produtos, e quando um usuário for cadastrar ou editar uma notícia, aquelas regras de validação devem ser respeitadas, ou seja: O título não pode ser vazio A descrição não pode ser vazia nem ter menos de 100 caracteres O preço precisa ser no formato decimal, com 2 casas decimais Para saber mais sobre models no CakePHP, consulte a documentação: http://book.cakephp.org/2.0/en/models.html Agora podemos partir para a camada que vai fazer uso desse model, pedindo uma lista de produtos.. Controller (ou controlador) No controller você tem métodos públicos que são chamados de actions, cada action é responsável por uma “página” do seu site/sistema. É o controller quem decide: Qual model usar; Quais pedidos fazer pro model; Qual combinação de views será usada para exibir os dados retornados pelo model. Atente que não é o controller que busca os dados (responsabilidade do model) e nem é ele quem exibe os dados (responsabilidade da view)… ele está ali justamente pra controlar os dois e a aplicação como um todo. Vamos à um exemplo de controller no arquivo ProductsController.php: <?php /** * Controller de produtos */ class ProductsController extends AppController { /** * Página inicial, mostra os produtos mais recentes * * @return void */ public function index() { $products = $this->Product->recent(); $this->set(compact('products')); } /** * Visualização de um único produto * * @param int $id ID do produto * * @return void */ public function view($id) { $this->Product->id = $id; if (!$this->Product->exists()) { throw new NotFoundException('Produto não encontrado'); } $product = $this->Product->read(); $this->set(compact('product')); } } Aqui temos duas actons: Uma action (index) vai pedir (para o model) a lista de produtos mais recentes; Outra action (view) vai pedir (para o model) os dados de um único produto. Para saber mais sobre controllers no CakePHP, consulte a documentação: http://book.cakephp.org/2.0/en/controllers.html Agora podemos exibir esses dados na camada responsável por isso… View (ou visualização) É na view que o seu sistema interage com o usuário. Tudo que ele ver (HTML / XML / RSS / CSV) deve ser gerado e exibido através dessa camada. A view, por sua vez, tem como responsabilidade: Manipular os dados para - e apenas para - exibição; Exibir os dados. Mas a view não faz nenhum tipo de escrita/persistência no seu sistema… ela não salva dados no banco, na sessão e etc.. E ela também não busca esses dados, pois eles devem - obrigatoriamente - serem entregues pela camada controller. Vamos ver então um exemplo de listagem dos produtos, no arquivo index.ctp: <h1>Produtos mais recentes</h1> <?php foreach ($products as $product): ?> <article id="product-<?php echo $product['Product']['id'] ?>"> <h2><?php echo $product['Product']['name'] ?></h2> <p><?php echo $product['Product']['description'] ?></p> <p>Por apenas <?php echo $this->Number->currency($product['Product']['price'], 'BRL') ?>!</p> </article> <?php endforeach ?> Aqui temos uma mistura de HTML e PHP, e também fazemos uso do NumberHelper, um Helper do CakePHP para ajudar na formatação de números. Se você quiser saber mais sobre views no CakePHP, consulte a documentação: http://book.cakephp.org/2.0/en/views.html Conclusão Com o MVC você conseguirá organizar seu projeto de forma que tudo tenha seu lugar, e cada camada com sua responsabilidade, permitindo um trabalho muitos mais “centrado” e modularizado. Fonte: http://blog.thiagobelem.net/o-que-e-o-mvc
  13. Olá, eu sou Arthur Groll e vim aqui em busca de informação sobre programação e cheating. Sempre tive curiosidade sobre esta área e principalmente em cheating, sempre me perguntei como podia uma pessoa criar algo como um cheat, ou aprender a programar. Hoje em dia eu sei um pouco de programação e quase nada sobre cheating, então, vim aqui pesquisar por recursos. Obrigado pela atenção, Arthur Groll.
  14. Olá pessoal sou novo no forum bom eu gostaria de saber Oque e Plataforma.Net?
  15. Quem curte podcast sobre programação, segue este que está excelente! Abçs! Javascript: Ember.js – Hipsters #78 Hoje vamos conversar sobre um dos frameworks MVC mais populares e tradicionais no mundo Javascript, o Ember.js. Participantes: Paulo Silveira, o host que adora ver o circo pegar fogo Leonardo Andreucci, VP de tecnologia na Creditas Anna Flavia Camargo, desenvolvedora de software na Creditas Renato Zannon, desenvolvedor de software na Creditas Sérgio Lopes, co-host de front-end que raramente fala bem de alguma tecnologia Links: Carreira Desenvolvedor Javascript Cursos de Front-End na Alura Tecnologias de front-end na Creditas Introdução ao desenvolvimento web Vagas na Creditas Produção e conteúdo: Alura Cursos online de Tecnologia Caelum Ensino e Inovação Edição e sonorização: Radiofobia Podcast e Multimídia Download do Audio [Hidden Content]
  16. Olá galera venho aqui mais uma vez na WC para perguntar se alguém esteja afim de me proporcionar o trabalho de criar uma Web Site igual a WC pois seus conteúdos serão completamente diferentes pretendo criar algo ligado a RPG de Mesa e tudo mais... Pretendo pagar pelo serviço um grana namoral pela criação do site,mais seria necessário também apenas me ensinar o que for preciso caso eu queira atualiza-lo...
  17. Entrevista com Programadores da Webcheat Hoje teremos o nosso programador Newt Scamander, então bora lá! Perguntas sobre um pouco da sua vida de programador Pergunta: Como você conheceu a WebCheats? Resposta: Acho que foi em Meados de 2012, assim como a grande maioria procurava hacks para jogos. Pergunta: Qual a origem de seu nick? Resposta: Já tive vários nicks, muito mesmos, atualmente Newt Scamander é referência ao personagem principal de Animais Fantásticos e onde Habitam, filme que gosto muito. Pergunta: Com quantos anos você começou a programar? e como você conheceu a programação? Resposta: Não lembro exatamente quantos anos, desde de pequeno já gostava de procurar sobre esse conteúdo na internet, com 12 anos já esboçava meus primeiros programas. Mas foi só com 16 mesmo, quando entrei no Técnico que de fato comecei mais a fundo programar. Pergunta: Qual a sua linguagem favorita? Resposta: Hoje eu digo que é Java, mas tenho vontade de aprender outras. Pergunta: Tem alguma linguagem que você tem mais dificuldades? Resposta: C++, talvez por não gostar dela rs. Pergunta: Qual projeto te deixou mais orgulhoso em fazer? e em que linguagem foi? Resposta: Meus projetos são em grande maioria acadêmicos, trabalhos da faculdade. Fiz um em Java que calculava o nível de embriaguez do usuário baseado em perguntas lógicas. Fiz uma aplicação Android que é possível salvar recordações (fotos e textos) e depois acessá-las facilmente. Enfim, tudo nessa linha ai. Pergunta: Você trabalha atualmente com programação ou é um hobby ? Resposta: Trabalho com Teste de Softwares. Pergunta: Para quem este interessado em ser um programador, que dicas você poderia dar para quem quer iniciar nesse área? Resposta: Estudar. Não tem como fugir disso. E tem que ser com vontade, se não tiver nem dianta começar. Caçar conhecimento mesmo. Pergunta: Em que plataforma voce programa: Windows, Linux ou Mac? Resposta: Depende. Tenho Linux e Windows, algumas coisas faço no Windows mesmo, mas meu ambiente de programação é no Linux. Pergunta: Se voce criasse uma nova linguagem de programação, como ela se chamaria? Resposta: Não tenho criatividade pra isso não haha. Seria bem ruim... algo do tipo: "UmpaLumpa" Alguns post do Newt Scamander Generating a PDF Document [ GERANDO UM DOCUMENTO PDF] Mais de 50 Livros de TI que podem ser baixados de graça Qual o "melhor" software você já desenvolveu? Simple Test (Teste Simples) Cheque a integridade de seus dados na Internet Gostou, achou interessante, comente e participe, veja a lista dos entrevistados aqui! :cool: Abçs!
  18. então , tenho algumas duvidas em Orientaçao de objetos , por exemplo o q é ? ps(n consegui achar algo q falasse sobre isto)
  19. Obs.: Não sei se estou postando na área correta, qualquer coisa me informem. Detectando Colisões Detecção de colisão é uma das operações mais comuns (e importantes) em jogos eletrônicos. O objetivo, basicamente, é verificar se dois objetos quaisquer colidiram, ou seja, se a interseção entre eles é diferente de vazio. Isso pode ser usado para saber se duas naves colidiram, se um monstro bateu numa parede, se um personagem pegou um item, etc. Para facilitar as coisas, muitas vezes os objetos são aproximados por figuras geométricas simples (esferas, paralelepípedos, triângulos etc). Neste problema, os objetos são aproximados por retângulos num plano 2D. Tarefa Escreva um programa que, dados dois retângulos, determine se eles se interceptam ou não. Entrada A entrada contém um único conjunto de testes, que deve ser lido do dispositivo de entrada padrão (normalmente o teclado). Cada caso de teste contém duas linhas. Cada linha contém quatro inteiros (x0, y0, x1, y1, sendo 0 ≤ x0 < x1 ≤ 1.000.000 e 0 ≤ y0 < y1 ≤ 1.000.000) separados por um espaço em branco representando um retângulo. Os lados do retângulo são sempre paralelos aos eixos x e y. Saída Seu programa deve imprimir, na saída padrão, uma única linha para cada caso de teste, contendo o número 0 (zero) caso não haja interseção ou o número 1 (um) caso haja. Exemplos http://olimpiada.ic.unicamp.br/pratique/programacao/nivel1/2007f1p1_colisoes
  20. Galera, Toda profissão tem aquelas frases que ninguém aguenta mais ouvir e na programação isso não é diferente. Além dos problemas de código, é preciso também saber lidar com comentários e perguntas engraçadas (outras nem tanto). Se você é programador deixe ai no comentário desse post falando alguma frase que você já ouviu! “Ah, programar é fácil! ” Programar não é fácil, conceitos básicos levam um bom tempo para serem entendidos. Além disso, é necessário muita dedicação para aprender as linguagens de mercado. Como se não bastasse, o programador ainda precisa estar sempre atualizado, pois as tecnologias e métodos mudam constantemente. Ainda assim, sempre há aquele que vai dizer “Ah, programar é fácil”. NÃO! Você deveria dizer: “Nossa, você é um gênio, como você faz isso! Eu nunca conseguiria!” “Pra que pagar se posso fazer eu mesmo?” A área de TI está cheia do que os profissionais chamam de “sobrinhos”. O “sobrinho” que formata o computador que também cuida do servidor e programa o sistema para administrar a empresa. Mas na realidade é bem diferente. Além disso, alguns usuários optam por diversas ferramentas “prontas” que oferecem um ambiente de fácil utilização e manutenção. Claro, os valores tendem a ser mais abaixo do que um software desenvolvido por um profissional que irá se preocupar com todos os detalhes: usabilidade, performance, qualidade de software, segurança e manutenibilidade. O difícil mesmo é provar ao interessado as diferenças entre os dois e justificar o valor cobrado por um trabalho especializado. Competir com sobrinhos e ferramentas prontas não é uma tarefa fácil. “É só uma alteração pequena” Nunca “é só uma alteração pequena”. Mudanças não planejadas no decorrer ou após a entrega de um projeto podem provocar diversos bugs nas funcionalidades previstas. “A alteração pequena” é ainda mais prejudicial quando o chefe diz “resolve com o cliente pelo telefone”. Deixar o atendimento do cliente com o programador é, no mínimo, complicado e desgastante. Foco é uma peça chave na programação. Por isso, parar de codificar para atender o cliente no telefone e explicar como algo deve ser feito dentro do sistema não é só prejudicial ao desenvolvedor, mas também à própria empresa que perde produtividade. “Precisa ser feito para ontem!” O bom desenvolvedor sempre deve buscar o seu melhor, visando a execução das melhores práticas em termos de qualidade de código e manutenibilidade. Pois isso pode evitar muitas dores de cabeça no futuro. Infelizmente, em 90% dos casos, o mundo não te dá esse tempo para buscar a excelência. E, por isso, o programador é forçado a “buscar certos atalhos” que resultam em um código de qualidade inferior. Ter tempo para planejar e estudar pode facilitar muito a qualidade dos produtos finais. Lembre-se disso! “Não está funcionando…” Nada é mais incômodo do que estar trabalhando em uma nova implementação ou em um novo projeto e alguém lhe dizer que algo não está funcionando, mesmo após todos os testes já realizados. Correção de bugs normalmente é a parte mais chata do trabalho para um desenvolvedor, mas faz parte. O principal problema é fazer os envolvidos entenderem que nem sempre é fácil corrigir os erros. “Isso é culpa sua!” Sim, o programador muitas vezes é o único culpado de problemas que ocorrem durante o tempo de desenvolvimento de um produto. Em outros casos, a culpa pode ser do analista que não levantou corretamente os requisitos com o cliente, dos gerentes do projeto que deixaram de lado alguma coisa, enfim… De qualquer forma, nunca é bom levar a culpa sozinho por erros cometidos por uma equipe. Em outras palavras, o que estou querendo dizer é: dificilmente a culpa é só de um indivíduo, sendo assim, é importante todos os envolvidos assumirem a responsabilidade quando necessário. “Isso está sem padrão” Nenhum desenvolvedor quer ouvir que seu código não está bom. Contudo, é necessário estar sempre alerta aos padrões de desenvolvimento. Isso resulta em um código de fácil manutenção e com previsões, em longo prazo, sobre o comportamento do sistema. Para evitar essa situação incomoda, estude bastante. E, na dúvida, estude mais. Tudo para evitar que você se torne um programador preguiçoso, desconectado e que se vê obrigado a ouvir a frase “Isso está sem padrão”. Um bom curso para conhecer as boas práticas e princípios básicos da programação é o curso de Lógica de Programação que é o passo inicial para ingressar no mercado de desenvolvimento de software. Entretanto, é um treinamento essencial inclusive para desenvolvedores experientes que nunca tiveram contato com os fundamentos e boas práticas da programação. “O café acabou” Qual programador trabalha sem café? Ouvir que o café acabou pode acabar com o dia produtivo de qualquer um, principalmente no começo da tarde, logo após o almoço. Não deixem que o café acabe. Nunca! “É um projeto simples, fácil” A simplicidade na área de programação é muito relativa. Dizer para um desenvolvedor que o projeto é simples, acaba rebaixando todos seus estudos e sua caminhada para chegar no nível de conhecimento que ele possui. Normalmente, diz-se que um projeto é simples somente para tentar diminuir o tempo de execução, mas quem melhor que o programador para saber quanto tempo cada atividade irá levar? Além de tudo, essa frase geralmente vem acompanhada com o clássico “Já está pronto?”. O projeto está combinado para ser entregue na segunda-feira. Mas na semana anterior, o seu chefe não aguenta mais a pressão do cliente e fica pressionando todo o setor para entregar antes. O nível de estresse aumenta, o café acaba mais rápido e o foco se volta exclusivamente a resolver problemas de última hora. NÃO! Tente seguir o cronograma do inicio ao fim, inclusive nos últimos dias. “Só parou de funcionar depois que você mexeu” Aí o setor de Marketing atualiza um software e todo o sistema de emissão de nota fiscal para de funcionar? OK, posso ter exagerado, mas isso acontece. Coisas inexplicáveis e que teoricamente não possuem relação. Muitas vezes, ocorrem na correria do dia a dia e diversas vezes o desenvolvedor precisa parar o seu trabalho para resolver problemas que não foram causados por ele, mas que todo mundo acha que foram causados por ele. Resumindo… Ainda existem milhões de situações e frases que precisamos contornar diariamente. Contudo, com experiência, muito estudo e prática profissional, você irá aprendendo a lidar com cada situação. Se você é um programador, analista ou desenvolvedor, espero que você tenha gostado do post. Caso você seja o gestor de um profissional da área de programação, pratique a empatia e lembre-se dessas frases, com certeza a sua equipe irá agradecer e irá ter em você a imagem de um excelente gestor/líder! Devido a Regras de Criatividade e Autoria: Esse artigo foi escrito por uma professora amiga minha Profª: Nemora doneles , Professora de infraestrutura de TI ah mais de 10 anos. Publicação devidamente autorizado a publicação pela autora. Att. Panda.
  21. hoje eu atualizei meus Modulos de Emuladores 100% Completo.
  22. Olá, estou desenvolvendo um programa no Python que é mais ou menos assim: Tem varias opções e o usuário escolhe uma delas. Só que eis as minhas dúvidas: Como faço para essas opções ficarem repetindo? (P. Exm: Op 01 Op 02 Op 03 "Escolho a 02" >>>Aparece o conteúdo da 2 [Aqui novamente aparece as opções e assim sucessivamente, até o usuário encerrar de vez o programa). (Ps. Sou iniciante no Python mas tenho uma noção de como fazer isso). Outra dúvida é sobre retornar uma mensagem de erro quando o usuário digitar algo q não deve. Usei o Try // Except Exception mas n soube muito como usar.
  23. Fico muito feliz por esse ato. Tem muitos ai jogando sources e ensinamentos relacionados a source de Hack. Sei que muitos só estão pegando e republicando, mas mesmo assim, é isso que sempre imaginei em um lugar de cheats. Esquece pegar pra você, joga pro mundo. Tem gente ai que tem muitas ideias e inovações, só não teve nunca contato com coisas assim, porem sabem programar. Vamos expandir os hacks e fazer algo realmente bom!
  24. Bem galera , estou entrando neste grande e belo mundo da programação ( n a prostituição , isso é no lol ) , e pesso algumas recomendações de livros e PDF bons para um bom desenvolvimento (ytb - eu vejo o Guanabara ). Se alguém puder me tirar umas dúvidas em looping , ajudaria , o raciocínio n entra em meu cérebro . Desde já obg. N sei se postei em local certo , pesso uma ajuda e compreensão dos moderadores .
  25. http://www.amazonplazahotel.com/?pg=pagina_acomodacoes&id=18#.WfgWENVKuUk quem conseguir invadir essa bosta ganha 3 keys steam aleatórias
×
×
  • Create New...