Jump to content
Notícia
  • Adquira já o seu VIP!

shinob12

Velha Guarda
  • Content Count

    18,864
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1
  • WCoins

    214 [ Donate ]

Everything posted by shinob12

  1. "Lipstick aqui no domingão!!!!" Saudades desse "meme" HAHA
  2. o alfa e o ômega da WC, o grande Gm. 

    1. Show previous comments  1 more
    2. shinob12

      shinob12

      to esperando tu me descolar aquele encontro com a Vanessa -qqq

    3. Jm'

      Jm'

      MANO, Vanessa!!!!!! 

      Tu sumiu cara!

    4. shinob12

      shinob12

      HUAUAHUAHU

      Sumi não. Tô sempre por aí rs

  3. A WC é anterior a PC. As duas chegaram a coexistir (junto da Cheats Brasil, Thunder Cheats, entre outros). Ocorreu que a WC "assimilou" a PC. Rolou uma migração da PC para a WC.
  4. Não se faz mais "velha guarda" como antigamente. hahahahaha Você é um "membro de honra", ArGenTino. Saudades.
  5. Depende do nicho e do fórum. Tem fórum que disponibiliza um produto, o membro pega-o e sai, já outros disponibilizam um conteúdo e o membro é motivado a participar (em sua maioria fóruns de discussão). Nesse segundo caso, a quantidade de membros é irrelevante, pois vinte ou trinta membros ativos podem movimentar mais um fórum do que mil membros no primeiro caso.
  6. Vou usar a analogia que o Fábio Rabin utilizou: “Decidi viajar pra Floripa e no meio do caminho acordei tendo que escolher entre Cubatão e Osasco.” Quem diz que Bolsonaro ou Haddad são os melhores candidatos possíveis merece sofrer por mais 4 anos. E o pior é que vão levar muita gente junta pro buraco. Brasil é um perfeito exemplo onde democracia e autoritarismo andam de mãos dadas.
  7. Det me disse que tu foi abduzido por um jogo de celular. Volte ó mestre tasty.
    1. Show previous comments  2 more
    2. Jm'

      Jm'

      Em 2018 e de CELULAR AINDA!
    3. Ptmxd

      Ptmxd

      Em 2018 q os jogos de cel estão sendo bem rentáveis/interessantes. Wharever, 2018 aqui e não no discord? ;p
    4. Jm'

      Jm'

      olha ele! APARECEU!
  8. Quantum Cosmos? WTF?
    1. Phefm'

      Phefm'

      Tá perdidão né mano? Kkkk. Eu criei um sistema de Team Icons personalizadas pros membros e readaptaram e voltou... Seria "universo quantico" pega a visão nos tópicos com tag [cosmos] que fiz que ce entenderá. Kkk abraçs jordi
  9. COTOCO MASTER
  10. shinob12

    Geriatria

    Só jogava bem o Source. haha
  11. Conta: http://www.webcheats.com.br/members/h%CE%B1ik%D1%94.591908/ Este membro está com aquele problema de não ter permissão para visualizar o fórum.
  12. shinob12

    Geriatria

    Quem aqui era ativo na época em que o HoruS jogava CS no servidor que o fórum tinha?
  13. Leia o livro Não, Sr. Comuna - Guia Para Desmascarar As Falácias Esquerdistas. Esse é de qualidade. rs
  14. Sapiens - Uma breve história da humanidade.
  15. Ah Kiris. Vamos lá. Você pode definir pessoas de esquerda e direita, mas isso vai depender do significado que tu parte. Uma pessoa pode ser de direita na parte social (conservador) e esquerda na parte econômica (é a favor de uma forte intervenção estatal). Aí por isso tem as vertentes e também o famoso centro.
  16. Num sentido histórico existe e é concreto. Agora num sentido político eu acho besteira. Como diz o queridíssimo Neil deGrasse Tyson: "o único ista que eu sou, é cientista."
  17. Li todos os comentários e vou tentar ser sucinto nas respostas. Tenho um pouco de conhecimento de causa já que curso História (estou no último ano). Seria interessante definir quem são esses "intelectuais." Os intelectuais das ciências humanas no geral diferem dos intelectuais das exatas e por aí vai. Isso muda de acordo com o país e até mesmo a região. Colocar tudo no mesmo balaio não é interessante. Os intelectuais que você se refere e que são pró-Lula o fazem por uma simples questão de interesse. São funcionários públicos em sua maioria. O período do Lula foi de "expansão", diferente de outros (tipo FHC) que foram marcados por contenção e vários cortes. Aí polarizou-se os dois períodos (FHC/Direita e Lula/Esquerda). O intelectual, portanto, não defende o Lula por achar que a esquerda é moralmente superior ou mais intelectual, mas porque isso significa que ele vai ter mais verba para autorizar projetos, bolsas, ou ter aumentos substanciais de salários (me refiro aqui a professor universitário, não de educação básica). Coisa que num governo dito de Direita talvez não fosse ocorrer. Outros o fazem por uma questão ideológica. Geralmente são pessoas mais velhas e com alguma ligação anterior com a luta contra a Ditadura. Acho que o que ocorre aqui é uma falsa simetria. No final das contas, a maioria que defende A ou B não o faz por uma questão intelectual mas por interesse. O pessoal que faz isso por motivação intelectual é minoria. Vai por mim. Sobre a doutrinação no ensino superior... ela não existe de forma intencional por parte dos professores, ao menos levando em conta aquilo o que eu vivenciei. Entretanto o conteúdo e os professores em si tem um viés progressista, e isso é claro e notório. Na minha experiência dentro do curso de História tive somente um professor de direita (liberal e pró-mercado). Todo o restante se definia como progressita/esquerda. Destes, somente dois realmente faziam algum tipo de doutrinação (demonizar o capitalismo e exaltar o socialismo). Mas esses professores eram motivos de chacota até pelos próprios alunos de esquerda do curso. O restante, embora fossem de esquerda, eram todos sérios e responsáveis. Quando eu digo que o conteúdo tem um viés de esquerda, me refiro a questão que várias bibliografias boas (que são de direita) são deixadas de lado pelos professores. Isso cria o que tu coloca no tópico (não existe nenhum PhD de direita). Existem excelentes autores de direita. Tanto clássicos quanto contemporâneos. Agora, os professores estão dispostos a realizar essa discussão entre autores? Eles conhecem e sabem mobilizar essa bibliografia? Acho difícil. E quem sai perdendo são os alunos, que na minha opinião, sendo bem radical, sendo alunos de ensino superior, deveriam ter a obrigação moral de ir atrás das coisas, questionar, e ter condições de investigar por si mesmos. No campo intelectual, tanto esquerda quanto a direita e suas mais variadas vertentes mobilizam raciocínios, argumentos, estruturas morais, ética. Cabe a você ir analisando e julgar o que tu acha mais real, concreto, certo e verdadeiro. Tu não vai ser mais inteligente do que outra pessoa pois escolheu um caminho contrário. Tu vai ser diferente, e a partir da discussão tu vai refinando as idéias, ou até mesmo mudando elas. Se tu for um autêntico pensador, no final do dia, tu não será nem de esquerda nem de direita, mas será você.
  18. Os estudos mostram que o problema, no caso da educação básica pública, não é quantidade de dinheiro investido propriamente dito, mas a qualidade desse investimento na educação. Quanto maior o gasto, maior são os índices de escolaridade e alfabetização, porém as pesquisas também mostram que aumentar o gasto não tem qualquer relação com maiores desempenhos nas provas (como o PISA, por exemplo). Nesse caso, o problema está no gerenciamento, como por exemplo, recursos que são desviados antes de chegar nas escolas, ou quando chegam são mal aplicados e etc. Padrão Brasil de qualidade.
  19. O que deve ser valorizado é o ensino básico. Torná-lo tão melhor quanto o privado. Não adianta levantar a bandeira das cotas e não fazer nada em primeiro lugar pelo ensino básico.
  20. Depende. Se você estiver falando da Rocinha, a versão da polícia sobre a morte do traficante Lulu é mais ou menos essa, que houve tiroteio (na versão da polícia não chegou a ser de 1 hora) até que ele morreu em sua mansão na parte mais alta da Rocinha. Entretanto essa versão é contestada por testemunhas oculares que relatam que não houve troca de tiros e sim que a polícia entrou na mansão para matar. Na ocasião estavam dentro da casa Lulu e seu amigo de infância. Estavam jogando videogame. A polícia teria entrado para matá-lo, pois dias antes durante a guerra na rocinha um dos bandidos do Lulu matou um policial, que estava assediando sua esposa. Então os policiais resolveram se vingar. A versão da polícia é contestada não só por testemunhas oculares, mas também porque eles mataram o amigo de infância que estava com o Lulu naquele momento, alegando que ele era um grande traficante, porém não passava de um taxista. Sim, por isso as organizações aqui no Brasil não ganham essa alcunha de máfia, pois o perfil é restrito somente a algumas pessoas, sobretudo líderes. Quem tentou dar um passo adiante foi o último chefe da Rocinha, o Nem (preso em 2011). Ele proibiu que qualquer menor de idade entrasse para o tráfico na Rocinha e seu exército pessoal foi treinado por um ex-agente do Bope. Ele restringiu as armas somente para os merecedores (pessoas mais velhas e experientes). Com isso ele acabou criando alguns "soldados" com esse perfil para que quando chegasse o momento de alguém sucedê-lo, a hierarquia e a organização do tráfico continuassem da mesma forma. Mas ainda assim é algo bem restrito.
  21. Isso também ocorre aqui. Se tu pegar a favela da Rocinha como exemplo vai notar que os chefões (Dênis, Lulu, Nem) que tiveram vida mais longa como donos do morro eram vistos como homens razoáveis, inteligentes, que evitavam mortes desnecessárias, exerciam a justiça com sabedoria, e não gostavam de se expor. Sob o comando deles a Rocinha tinha índices de homicídio bem abaixo da média nacional. Eram chefões que a população recorria com frequência para resolver problemas do cotidiano. É por isso que essas figuras são tão amadas dentro da favela. Eles agiam sob um código de conduta que permitia uma convivência pacífica entre os moradores comuns e suas atividades criminosas e qualquer um que quebrasse isso era punido. Os demais, que tentaram usurpar o poder na Rocinha por meio da violência e do medo não duraram muito tempo. Durante a guerra da Rocinha em 2004, muitos moradores se colocaram a disposição para lutar a favor do traficante Lulu, pois o traficante rival (Dudu) que estava tentando invadir a Rocinha era um estuprador e eles sabiam que se o Dudu ganhasse a guerra a Rocinha ficaria em desordem. No Comando Vermelho esses atributos eram mais característicos da velha guarda (uma geração antes do Fernandinho Beira-Mar e cia). Existem traficantes brasileiros que possuem esse "perfil" de mafioso, embora com características próprias da nossa cultura.
  22. No próprio Brasil temos figuras (geralmente traficantes, mas nem todos) que possuem esse glamour.
  23. É nesse ponto que surge o trabalho do Lewis, que eu citei no post anterior, argumentando contra essa relativização da moral. Do ponto de vista teológico existem explicações para essa mudança, mas deve-se de fato entrar dentro do argumento para compreender a lógica dele. É algo do tipo. Sim, as leis ou regras de deus mudam, mas mesmo dentro dessa mudança ainda existem elementos comuns a elas que estão ali inalterados. Essa seria uma resposta inicial. De todo modo isso vai depender de qual corrente ou denominação cristã estamos tratando. Outro ponto, indo mais além é, sendo a moral algo humano, por que atribuir isso a natureza de deus (caso ele existir)? É o famoso antropomorfismo. Se estivermos falando de uma concepção de deus tipo o deísmo então esses problemas são bem secundários. De outro modo, parece que a moral de deus é adequada a moral local, num tipo de simbiose. Mas isso volta ao que eu disse no início, os livros de bíblia foram escritos por diversas pessoas em diferentes tempos. Mesmo um determinado livro pode ter vários autores (como é o caso do Livro de Gênesis). Nesse ponto, discutir esse tipo de questão partindo do princípio que a Bíblia inteira é um projeto homogêneo seria um erro, cometido tanto por cristãos mais fundamentalistas quanto por críticos mais ácidos. Aí fica os dois grupos debatendo algo que em sua base está equivocado.
×
×
  • Create New...