Jump to content
Faça parte da equipe! (2024) ×
  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.

"Blue Eye Samurai" na Netflix: Uma Obra de Arte entre Animes e Faroestes


Proletariado
 Share

Recommended Posts

No universo dos animes, há sempre espaço para novidade e surpresa. E é exatamente isso que a série "Blue Eye Samurai", disponível na Netflix, oferece aos seus espectadores. Ambientado no Japão do século X, este anime traz a história de Miso, um jovem samurai com um objetivo claro: vingar-se de quatro homens ocidentais responsáveis por marcar sua vida de maneira trágica.

 

Esses homens, presentes no Japão durante o nascimento de Miso, são os possíveis responsáveis por seus distintos olhos azuis, marcando-o como uma abominação na sociedade, misturando sangue branco ao japonês. Além disso, um deles pode ter sido responsável pelo incêndio que deixou Miso órfão, forçando-o a enfrentar um mundo cruel e implacável.

 

"Blue Eye Samurai" é uma série que se destaca não apenas pela sua trama envolvente, mas também pela beleza estonteante de sua animação. Cada episódio, com aproximadamente uma hora de duração, é uma experiência visual intoxicante. A série consegue misturar referências visuais tradicionais japonesas com elementos modernos, criando uma estética única e memorável.

 

O que também chama atenção na série é a inteligência e praticidade nas vestimentas dos personagens, refletindo as tradições do Japão feudal. Isso adiciona um nível de autenticidade e profundidade cultural à narrativa, enriquecendo a experiência do espectador.

 

A história de Miso é clássica em muitos aspectos - um samurai solitário, uma jornada de vingança que cega o protagonista para tudo mais, tornando-o cínico e desconfiado. No entanto, a série também introduz elementos que desafiam as convenções. Um desses elementos é a revelação de que Miso, interpretado por uma atriz, na verdade é uma mulher disfarçada de homem. Esta reviravolta adiciona uma camada de crítica à opressão feminina e às normas de gênero na sociedade japonesa.

 

"Blue Eye Samurai" é uma produção americana, criada por Michael Green, conhecido por seu trabalho em "Logan" e "Blade Runner 2049", e Amber Noizumi, uma criadora meio americana, meio japonesa. Esta mistura de culturas e perspectivas contribui significativamente para a riqueza e complexidade da série.

 

A série também é notável por suas cenas de luta coreografadas com precisão e montadas de forma brilhante. A mistura de animação 3D e 2D, especialmente nos cenários e paisagens, adiciona uma profundidade extra às cenas, tornando a ação ainda mais envolvente. A influência da gravura em bloco japonesa, típica do período Edo, é evidente nos cenários, trazendo um toque de arte tradicional japonesa à série.

 

Em conclusão, "Blue Eye Samurai" é mais do que um anime; é uma experiência estética e narrativa profunda. A série consegue equilibrar elementos clássicos e inovadores, criando uma obra que é ao mesmo tempo familiar e surpreendentemente nova. Para os fãs de animes, de histórias de samurais, ou simplesmente para aqueles que apreciam uma bela animação, esta série é imperdível. A Netflix mais uma vez prova seu compromisso em trazer conteúdo diversificado e de alta qualidade para sua plataforma.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Unfortunately, your content contains terms that we do not allow. Please edit your content to remove the highlighted words below.
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.