Jump to content

Turbine o seu Perfil

Confira a atualização e participe do clube!
Clique e saiba mais

Junte-se ao Clube de Membros VIP

Tenha destaque e diversos benefícios!
Confira Aqui

Acesse nosso Discord

Conheça nossos canais interativos
Confira Aqui
Notícia
  • Adquira já o seu VIP!
'k4dosh

bate-boca Os jogadores jogam por amor a camisa ou ao dinheiro?

Recommended Posts

Na opinião de vocês, a maioria dos jogadores de hoje em dia, estão jogando por amor à camisa ou ao dinheiro?

Ou os dois?

 

Na minha opinião são poucos os que querem realmente honrar o escudo que carregam no peito, fazer história, ganhar títulos pelo clube, ter um relacionamento de amor com a torcida.

 

O foco de alguns é usar o futebol como trampolim para alcançar patrocínios, lançar suas próprias marcas e etc.


 

 

4EvoB2N.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

É raro algum jogador jogar pela camisa, Neymar não amava o Santos? Não foi ganhar seus milhões na Europa? Isso é amor pela camisa?

Então hoje, fica difícil algum jogador jogar pela camisa ;)

Salve o//

  • Like 1

"Nunca se afronte para uma pessoa. Pois ela pode ter uma faca e acertar seu peito."

Membro Membro Avançado [E]EstagiárioGame Zone Ex-Staffer Game Zone

Share this post


Link to post
Share on other sites

Voces vão pro trabalho por amor a empresa? Eu vou pelo dinheiro que recebo no final do mes, se a empresa que tu trabalha lhe agrada dá pra conciliar os 2 kkkkkkk

 

Pra que o neymar joga futebol? poxa, se chegassem em mim com navios de dinheiro, certamente largaria o clube e iria para outro HAHAHAHAHA

 

Basicamente não é isso? Se ele é bom estão pagando pra ter ele.

 

Uma coisa q tem gente q esquece é que existe boletos, e esses boletos não se pagam sozinhos srsrsrsr

Vamos ver se o amor a empresa paga boletos de agua, luz, telefone, internet, comida.....


 

 

qRXaV1L.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Jogador é um profissional como qualquer outro, já viu um auxiliar de produção da ambev dizer que ama a ambev? As pessoas trocam de empregos por qualquer cemzinho a mais ou um local mais confortável

  • Like 2

‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎

ddm45pu-9d57952b-f20c-4869-bacc-5fa6dd59

Share this post


Link to post
Share on other sites
Voces vão pro trabalho por amor a empresa? Eu vou pelo dinheiro que recebo no final do mes, se a empresa que tu trabalha lhe agrada dá pra conciliar os 2 kkkkkkk

 

Pra que o neymar joga futebol? poxa, se chegassem em mim com navios de dinheiro, certamente largaria o clube e iria para outro HAHAHAHAHA

 

Basicamente não é isso? Se ele é bom estão pagando pra ter ele.

 

Uma coisa q tem gente q esquece é que existe boletos, e esses boletos não se pagam sozinhos srsrsrsr

Vamos ver se o amor a empresa paga boletos de agua, luz, telefone, internet, comida.....

 

 

Leve em consideração que o Futebol inclui times pelos quais as pessoas torcem, apreciam, gostam.

Tem gente que não vê clube como uma empresa, e sim, como um lugar que se sente bem.

 

Se for levar em consideração o argumento de "clube/empresa jogador/funcionário", por exemplo, se o seu sonho é ser Policial Rodoviário Federal, e chegar a trabalhar na área, pelo fato de você gostar da profissão, vai fazer o que faz por gostar daquilo que escolheu, e não irá utilizar o Salário como fator determinante.

 

Enfim, opinião de cada um, entendi seu ponto de vista, concordo em partes rsrs.

 

Jogador é um profissional como qualquer outro, já viu um auxiliar de produção da ambev dizer que ama a ambev? As pessoas trocam de empregos por qualquer cemzinho a mais ou um local mais confortável

 

Conheço pessoas que gostam de trabalhar onde estão, e o fator dinheiro não é o 1º fator determinante da lista.

 

Mas tbm concordo cntg cara, na maioria dos casos, o povo tá indo trabalhar onde paga mais.


 

 

4EvoB2N.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Conheço pessoas que gostam de trabalhar onde estão, e o fator dinheiro não é o 1º fator determinante da lista.

 

Mas tbm concordo cntg cara, na maioria dos casos, o povo tá indo trabalhar onde paga mais.

Seu amigo te passaria a faca por dinheiro e vc dizendo que não é o primeiro fator determinante da lista... Vc deve ser bem inocente né hahaha

  • Like 1

‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎ ‏‏‎‏‏‎

ddm45pu-9d57952b-f20c-4869-bacc-5fa6dd59

Share this post


Link to post
Share on other sites
Seu amigo te passaria a faca por dinheiro e vc dizendo que não é o primeiro fator determinante da lista... Vc deve ser bem inocente né hahaha

 

Não vale generalizar hahah. O mundo não está repleto de pessoas individualistas hsauah.


 

 

4EvoB2N.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

São épocas distintas. No século passado, futebol não era considerado uma profissão, apenas um esporte. Inúmeros jogadores possuíam outras fontes de renda, em razão dos baixos investimentos e estímulos ao esporte. Ou seja, era um área absolutamente preenchida por indivíduos interessados pelo clube, muitas vezes próprios torcedores. A partir do momento em que futebol passou a ser considerado uma profissão e a envolver relações entre empregados e empregadores, gigantescos patrocínios, empresários, conselheiros, etc., diversos interesses começaram a nortear um clube de futebol. Além disso, em consequência do desenvolvimento dos setores informacionais, tecnológicos e de transportes — globalização—, qualquer jogador de futebol possui acesso a vários mercados, desde que possua interesse e qualidade. Essa possibilidade era inviável antes, pois, sobretudo os mercados europeus, além de serem mais fechados e focados em seus próprios jogadores, não pagavam quantias salariais tão exorbitantes que pudessem enriquecer instantaneamente um jogador — à excepção de Japão na década de 80 e 90 e outros países. Logo, jogadores do século passado não possuíam ambições tão acintosas de se tornarem estrelas mundiais.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por amor ao dinheiro, é claro.

Mas existem exceções.

 

Quem tem amor pela camisa é torcedor, jogador tá ali pra jogar... Seja por um time ou por outro.

  • Like 1

uo4Oj5U.png
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
São épocas distintas. No século passado, futebol não era considerado uma profissão, apenas um esporte. Inúmeros jogadores possuíam outras fontes de renda, em razão dos baixos investimentos e estímulos ao esporte. Ou seja, era um área absolutamente preenchida por indivíduos interessados pelo clube, muitas vezes próprios torcedores. A partir do momento em que futebol passou a ser considerado uma profissão e a envolver relações entre empregados e empregadores, gigantescos patrocínios, empresários, conselheiros, etc., diversos interesses começaram a nortear um clube de futebol. Além disso, em consequência do desenvolvimento dos setores informacionais, tecnológicos e de transportes — globalização—, qualquer jogador de futebol possui acesso a vários mercados, desde que possua interesse e qualidade. Essa possibilidade era inviável antes, pois, sobretudo os mercados europeus, além de serem mais fechados e focados em seus próprios jogadores, não pagavam quantias salariais tão exorbitantes que pudessem enriquecer instantaneamente um jogador — à excepção de Japão na década de 80 e 90 e outros países. Logo, jogadores do século passado não possuíam ambições tão acintosas de se tornarem estrelas mundiais.

 

Exatamente, cara.

Concordo completamente.

Hoje em dia o Futebol é visto como uma profissão.

 

Por amor ao dinheiro, é claro.

Mas existem exceções.

 

Quem tem amor pela camisa é torcedor, jogador tá ali pra jogar... Seja por um time ou por outro.

 

Concordo,tem exceções, exemplo doFrancescoTotti, Marco Reus entre outros..

De resto, concordo também.

 

Amor à camisa não põe a mesa, dinheiro sim. Próxima.

 

Érh.. kkk


 

 

4EvoB2N.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...